Seguidores

sábado, 13 de novembro de 2010

E Segue a Sina!!

Aconteceu no curso técnico de enfermagem Factum: um aluno insatisfeito com sua nota numa das provas realizadas, resolveu bater na orientadora educacional do curso.
Este tipo de situação já acontece há muito tempo nas escolas públicas deste país e não necessariamente por questões de avaliação. Basta um desentendimento entre as partes para explodir a violência desmedida.
No Rio de Janeiro também houve casos deste tipo em que a professora foi agredida a cadeiradas.
Um professor, se não me engano, da região central do país, explodiu em gritos por não aguentar a situação caótica da educação e de sua vida profissional. Outro professor jogou longe o notebook em uma palestra com alunos da faculdade.
Acumulam-se os casos de professores agredidos, enlouquecidos e afastados por problemas psicológicos do trabalho.
Sempre temos cursos de reciclagem, um atrás do outro,para melhora nosso nível profissional. Os discursos são inúmeros sobre a baixa qualidade da educação. Temos que qualificar os professores. Mas quando iremos qualificar nossos alunos? Temos que avaliá-los mas não podemos dizer qual sua real condição de aprendizagem pois sofremos ameaças de todos os lados, pais, aluno e Secretaria de Educação. Sim Secretaria de Educação também, pois se o percentual de reprovação é alto não é aceito, "não é possível" dizem os coordenadores.
Sei que chateio com seguidas escritos sobre o mesmo assunto mas fica difícil não falar sobre isso pois a educação se reflete na sociedade, ela é a base de tudo, significa o nível de desenvolvimento
do país. Economicamente nosso país deu um salto mas pela falta de educação técnica e moral, temos que importar mão de obra, somos mal vistos fora de nossas fronteiras, ao contrário do que pensamos, não sabemos votar, não pela escolha em si dos candidatos, mas como escolhemos os candidatos, enfim... sem a educação não somos nada!!
E segue a sina...
Enquanto as pessoas acharem que a escola está aí para acomodar seus problemas pessoais e não ensiná-los a resolver não chegaremos a lugar nenhum.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Vem aí novo curso de reciclagem!

Depois de algum tempo fora do ar por questões profissionais, além da minha própria preguiça, voltei a este humilde espaço.
Saiu o resultado do exame que a Secretaria de Educação aplica anualmente para os alunos de ensino médio. 85% dos alunos não atingiram a média e ainda assim ficou acima da média nacional.
Professores preparem-se: vem aí um novo curso de reciclagem! A culpa é nossa!!!
Dentro do mesmo assunto porém com outro enfoque, leio que falta mão de obra qualificada no mercado de trabalho. Nada mais natural, onde cai o nível de exigência educacional, cai o resto todo.
Alunos tem um processo de avaliação sofrível, não pode haver repetência, números mascarados para esconder o descaso com a educação só poderiam resultar nisso. Não existe pedreiro qualificado e nem engenheiros que preste pois todos estão muito mal preparados desde a base. E não adianta querer culpar o professor por tudo. temos uma parcela de culpa nisso é bem verdade. Mas é uma parcela o que querem é que nós levemos a culpa de tudo. Como já havia escrito antes, não temos mais que qualificar o professor e sim o aluno com um nível de exigência maior e com uma cobrança maior da participação da família e do estado nesse processo todo.
Enquanto isso tome reciclagem para dar alguma desculpa para a população.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Paul Mcartney em Porto alegre foi um show desse memoráveis.
Foi o que todos que conheço que foram ao show disseram. Não sou um fã ardoroso, ele nem faz parte do meu rol de cantores preferidos, mas uma explicação bem simples para esse sucesso todo surge muito facilmente: competência.
Ninguém fica durante meio século fazendo sucesso e arrastando multidões se não tiver competência.
É o que acontece com alguns poucos artistas que atravessam o tempo sempre vivos através dos seus fãs que passam para os seus filhos e netos. Com competência carisma e humildade. Sir Paul Mcartney deu um show de exemplo e competência. Será sempre lembrado. Lotará sempre os locais por onde passar.
Ou alguém acha que a "eguinha pocotó" lotará um estádio dentro de alguns anos? Aliás, graças a Deus, já foi esquecida.