Seguidores

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Obra de Deus

Voltei depois de umas semanas atribulada, ter filho ocupa um pouco a pessoa. Sim isso mesmo, tive o prazer de acompanhar o nascimento da minha menina no último dia 15. Não sou uma pessoa que frequenta a igreja nem tenho muitas pretensões como um fervoroso religioso, mas tenho minha crença. Acredito na natureza e, por consequência, em um Deus, ou força superior, ou luz divina, ou quer que queiram chamar. Quando a gente presencia um nascimento nós passamos a ter outra visão a respeito do mundo. É impressionante a beleza de um parto, a complexidade da vida em toda a sua formação. É simplesmente esplendorosa a figura de uma mulher gestando. Resumindo: só pode ser obra de Deus. Já tenho um menino pequeno, mas a sensação permanece a mesma, me sinto completo, ser pai é uma das coisas mais maravilhosa que um homem pode desejar para a sua vida, simplesmente natural...

sábado, 5 de julho de 2008

Lei Seca

A nova do momento é a lei seca que entrou em vigor recentemente, coisa como duas semanas, em todo o país. Sou a favor. No início tive algumas restrições, achei radical demais para a cidade, pois bares teriam muito prejuízo, não teríamos mais o happy hour( apesar de eu muito pouco fazê-lo), pessoas que bebem sem nenhum exagero seriam prejudicadas, etc. Acontece que o objetivo da lei não é fazer parar de beber e sim acabar ou diminuir as mortes no trânsito, coisa que aconteceu de imediato. Escutei em um programa de rádio que estes dados são ainda tímidos( 37% menos mortes) e discordo, qualquer queda nos índices de mortalidade é muito significativa. Os bares já estão encontrando alternativas para minimizar os prejuízos, oferecem vans, pagar a corrida do táxi, cuidar dos carros, ou seja já estão se adequando aos problemas. Que esta lei venha para acabar de vez com as mortes no trânsito que já matou mais que muitas guerras pelo mundo. Viva a lei seca!